TopAd-Desk
TopAd-Mob
Início Destaques Mulher é indiciada por falsa denúncia de estupro em Chapecó

Mulher é indiciada por falsa denúncia de estupro em Chapecó


A Polícia Civil através da DPCAMI-Fron de Chapecó concluiu inquérito policial em que apurava denúncia de estupro de uma mulher de 28 anos.

Conforme registro feito pela vítima, servidora pública de um pequeno município do Oeste de SC, ela havia sido coagida a manter relações sexuais com um colega de trabalho, quando passavam pela cidade de Chapecó.

Após interrogar o acusado, inquirir várias testemunhas e ter acesso a troca de mensagens entre o suposto criminoso e a denunciante, a Polícia Civil descobriu que eles mantinham um caso amoroso havia mais de ano, com muitos encontros íntimos.

Ao final, ficou evidenciada a falsa denúncia feita pela mulher, que foi motivada pela descoberta pelo marido de sua relação extraconjugal.

O inquérito policial foi concluído com o indiciamento da pretensa vítima pelo crime de “Denunciação Caluniosa”, praticado contra a Adminitração da Justiça, cuja pena prevista é de reclusão de 2 a 8 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

SideBarAd-Desk/Mob (custom)

MAIS LIDAS

SINTE Chapecó esclarece que fala de manifestante não condiz com posicionamento do órgão

"A maior parte destes pais são de escolas particulares. Eu represento as escolas públicas estaduais” afirma manifestante, em trecho de vídeo publicado nesta quinta-feira...

Você viu? Atualização do WhatsApp permite enviar mensagens temporárias

O WhatsApp anunciou em novembro uma nova função de mensagens temporárias que desaparecem depois de sete dias após o envio. O usuário vai precisar habilitar...

Chapecó terá orçamento de R$ 1,1 bilhão em 2021

Os vereadores de Chapecó, em sessão ordinária desta quinta-feira (03), votaram e aprovaram, em segunda votação, a Lei Orçamentária Anual do Município. O projeto...

Defensoria Pública entra na justiça para cancelar toque de recolher em SC

A 4ª Defensoria Pública da Capital entrou com um habeas corpus na justiça para pedir o cancelamento do toque de recolher em Santa Catarina. No...
BaseAd-Desk
BaseAd-Mob
error: Conteúdo protegido!